Palavras e termos importantes do mercado de trabalho

Existem algumas expressões e termos que tem significados específicos quando relacionados ao mercado de tecnologia ou aos ambientes de trabalho. Eles estão cada vez mais comuns no dia a dia, então o que antes só era visto em grandes empresas e centros comerciais, hoje já é comum até mesmo nas pequenas empresas e negócios familiares, seja na conversa com um cliente ou fornecedor, uma reunião com a equipe ou entrevista de emprego.

Por isso é bom estar atualizado acerca do significado destas expressões e termos, para não ficar perdido no meio de uma conversa ou ficar sem saber o que dizer quando alguém utilizar uma destas palavras com você em uma aula on-line, reunião ou em seu ambiente de trabalho.

Mas fique calmo, pois nós preparamos uma lista com os termos mais usados e vamos explicar de forma simples para que você não se esqueça e nunca mais fique perdido no meio de uma conversa. São elas:

  1. Network: Rede de contatos profissionais, pessoas que se conhecem e mantêm relacionamento profissional, seja de indicação, troca de informações ou laços e interesses profissionais.
     
  2. Mentoring: É uma metodologia abordada geralmente por empresas, que visa o compartilhamento de saberes técnicos entre mentor e colaborador.
     
  3. Feedback: Pequena reunião sincera sobre pontos a serem melhorados, com objetivo de maximizar o desempenho das pessoas. Pode tanto ser positivo quanto negativo, mas sempre apresentando aspecto construtivo ao assunto abordado.
     
  4. Empresa unicórnio: É um nome dado para empresas que são avaliadas em mais de 1 bilhão de dólares, o termo é geralmente atribuído a Startups.
     
  5. Startup: É uma "empresa emergente" que tem como objetivo principal desenvolver ou aprimorar um modelo de negócio, preferencialmente escalável, disruptivo e repetível. 
     
  6. Dress code: Quando é estabelecido código ou estilo de vestimenta a ser usada em uma determinada situação. O termo foi criado com o intuito de evitar que as pessoas fiquem deslocadas quanto à vestimenta, mas pode englobar maquiagem, unhas, barba e cabelo exigidos para uma determinada função ou cargo.
     
  7. Brainstorming: Tempestade cerebral, ou tempestade de ideias, é uma técnica para extrair a potencialidade criativa de uma equipe acerca de soluções para um problema.
  8. Briefing: Conjunto de informações detalhadas e necessárias para a realização de uma tarefa ou ação, é a descrição do projeto com datas e objetivos.
     
  9. Home office:  É o escritório em casa, sendo funcionário de uma empresa, sendo freelancer ou como empresário de uma empresa home based (que tem sua sede em uma residência). Termo ganhou bastante destaque em 2020 por conta da adaptação para que alguns trabalhos de escritório pudessem ser realizados de casa.
     
  10. Headhunter: Caçador de talentos, encontrar os melhores profissionais do mercado para vagas de emprego em aberto nas empresas para as quais presta serviço.
     
  11. Case: Estudo de caso, pode ser uma história real ou um exemplo reunindo as informações importantes para análise de um ponto de vista. É uma história que descreve uma técnica ou um resultado a ser alcançado ou evitado.
     
  12. Expertise/Know how: Conhecimento técnico, habilidades fortes de uma pessoa acerca de seu ramo de atuação que o tornam valioso naquela área, pois possui um conhecimento adquirido e testado; um conhecimento garantido.
     
  13. Interface: “Parte da frente” de um sistema ou código escrito para realizar uma tarefa, geralmente possui design fácil de ser usado com ícones e desenhos. Proporciona uma ligação física ou lógica entre dois sistemas ou partes de um sistema que não poderiam ser conectados diretamente, exemplo Hardware e Software.
     
  14. Hardware:  Termo que se refere à parte física de dispositivos como computadores, celulares e outros sistemas microeletrônicos.
     
  15. Software: Conjunto de componentes lógicos de um computador ou celular. É o sistema capaz de realizar o processamento de dados.
     
  16. Template: É um modelo a ser seguido, com uma estrutura predefinida que facilita o desenvolvimento e criação do conteúdo a partir de algo previamente construído, também chamado de tema, atribui aspecto visual a um site ou imagem.
     
  17. Follow-up: Significa dar prosseguimento ou revisar uma tarefa ou assunto, assim como um atendimento via telefone, e-mail ou mensagens. É o acompanhamento de prazos, assuntos ou tarefas.
     
  18. Hacker: É um indivíduo que se dedica, a conhecer e modificar os aspectos internos de códigos, dispositivos, programas e redes. Não é necessariamente algo ruim, já que “modificar” não significa “corromper”.
     
  19. Deadline: Prazo final, fim da linha para a entrega de um resultado, relatório, projeto ou produto.
     
  20. Branding: Conjunto de práticas e técnicas que visam o fortalecimento de uma marca no mercado, é possível ainda ver a variante “Branding Pessoal” que seria o marketing pessoal da sua carreira ou da sua imagem pessoal frente ao mercado.

 

Apesar de muitas palavras serem provenientes da língua inglesa, o mais importante não é saber a tradução ao pé da letra, mas sim a usabilidade do termo e principalmente ser compreendido na hora de se expressar. Além desta lista existem vários outros termos e palavras que já se apresentam de forma comum, e é claro que novos termos podem surgir a qualquer momento, afinal a linguagem é algo volátil, onde, além de se modificar, cria novas formas de expressar as necessidades dos grupos envolvidos.

 

Josiane Scharneski